Numa área bem arborizada de 14 mil m², no bairro de Água Verde, está a Praça do Japão. Uma homenagem à imigração japonesa em Curitiba. Seu projeto foi iniciado em 1958 e a Praça concluída em 1962. Uma reforma, em 1993, incluiu o Portal Japonês e o Memorial da Imigração Japonesa.

A Praça do Japão segue as linhas tradicionais dos jardins japoneses. Possui lago de carpas, 30 cerejeiras enviadas do Japão, cerimônia de chá (às quintas) e museu.

Fica entre as avenidas Sete de Setembro e República Argentina, Água Verde. Visitas ao Memorial: de terça a domingo, das 9 às 12h e das 14h às 18h. Tel: 3264-5474 (Sociedade Nipônica).

 

Praça do Japão

 

Curitiba

Em Curitiba

Agenda Cultural

Arquitetura

Bairros

Espaços de Arte

Igrejas

Jardim Botânico

Museus

Museu Oscar Niemeyer

Ópera de Arame

Patrimônios Históricos

Praça Tiradentes

Santa Felicidade

Teatros

Teatro Guaíra

Tradições Culturais

Urbanismo

 

O Buda na Praça do Japão. O budismo é praticado por cerca de 55% dos japoneses. Buda é um título atribuído a qualquer entidade que alcance o nirvana: um estado de plenitude espiritual. O primeiro Buda foi Sidarta Gautama (480-400 a.C.), o fundador histórico do budismo.

Mais Budismo no mundo

 

Memorial da Imigração Japonesa, na Praça do Japão.

 

Curitiba Turismo

 

Maquete do Castelo Himeji, no museu do Memorial, na Praça do Japão, em Curitiba. O castelo Himeji é uma fortaleza feudal na cidade de Himeji, no Japão, e Patrimônios da Humanidade. É também conhecido por Castelo da Garça Branca e considerado o mais belo castelo japonês.

 

Lago de carpas na Praça do Japão, no bairro de Água Verde, em Curitiba. Ao fundo, o Memorial da Imigração Japonesa.

História dos Imigrantes Japoneses de Curitiba PR

Palácio Hyogo, em Curitiba Paraná

Praca Osorio

 

Praça do Japão, em Curitiba Paraná

Cultura Japonesa

Centro Zen-Budista de Curitiba

Centro Cultural Tomodachi, Largo da Ordem

Embaixada do Japão - Brasília

Ass. Cultural do Consulado Geral do Japão, SP

Centro Cultural, Consulado Geral do Japão, RJ

Jornal Nippo-Brasil

International House, Osaka

Japan Atlas (inglês)

The Virtual Museum of Japanese Arts (inglês)

Agência de Coop. Internacional do Japão, Brasília

Foreign Press Center - Japão (em inglês)

Japan Information Network (inglês)

Ministry of Foreign Affairs - Japão (inglês)

Japan National Tourist Organization, Japão

Study in Japan Comprehensive Guide (inglês)

Regions and Cities - Dados e mapas do Japão

Mapa do Japão

Buda na Praça do Japão em Curitiba

 Maquete do Castelo Himeji, em Curitiba

Praça do Japão, em Curitiba, Paraná.

 

Palácio Hyogo, em Curitiba. Saiba mais em Arquitetura

Imigração e Cultura Japonesa em Curitiba

A imigração japonesa no Brasil teve início em 1908, num acordo entre os governos do Brasil e do Japão. Em 28 de abril daquele ano, 781 japoneses partiram de Kobe, no Japão, à bordo do navio à vapor Kasato Maru. A maior parte dos japoneses saíram das cidades de Okinawa, Kagoshima, Fukushima e Hiroshima. Chegaram ao porto de Santos em 18 de junho de 1908, após 52 dias de viagem. Dirigiam-se, principalmente, às lavouras cafeeiras de São Paulo e norte do Paraná. Depois desses pioneiros, milhares de imigrantes japoneses continuaram a chegar ao Brasil.

No Paraná, as cidades de Maringá e Londrina são as que concentram o maior número de descendentes de imigrantes japoneses. Em Curitiba, muitos japoneses chegaram a partir de 1915, estabelecendo-se, principalmente, nos bairros de Uberaba, Campo Comprido, Santa Felicidade e Araucária. Hoje, existem cerca de 35 mil descendentes de japoneses em Curitiba.

Praça do Japão, em Curitiba, Paraná

Praça do Japão